Leia as Histórias

Categoria - São Paulo da cultura, gastronomia, lazer e oportunidades Rádio Piratininga Autor(a): Adalberto Amaral - Conheça esse autor
História publicada em 13/08/2007
Quem se lembra da Radio Piratininga que ficou no ar por 43 anos até fechar em 1.971?

A Rádio nasceu no lugar da Rádio Cruzeiro do Sul em 1934 e naquela época São Paulo já tinha a fabulosa cifra de 1.060.000 habitantes
O início com programas de calouros comandado por Raul Torres que foi ao ar com Torres e os Sertanejos, e depois com Embaixada do Torres.

Nomes famosos passaram pela Rádio como Silvio Santos, Manuel da Nobrega (no programa Torre de Babel) Boris Casoy, Milton Neves, Salomão Esper, Tonico e Tinoco, o inesquecível Helio Ribeiro, com o Programa O Poder da Mensagem, com seu slogan: "Este programa aqui, é ouvido pela moça do Karmann Ghia Vermelho".

À tarde a rádio novela Juvêncio O Justiceiro do Sertão era retransmitida para todo o interior de São Paulo e Paraná, pelas emissoras repetidoras. Grandes nomes da Piratininga - Dr. Miguel Leuzzi - diretor - Reinaldo Santos - Vicente Lia - Machado Filho, Roberto Dantas, José Francisco e outros que não me lembro.

Uma característica da Rádio era a "Hora certa" transmitida diretamente do Mosteiro de São Bento - e lá se ouviam as badaladas do sino.
A voz era do Salomão Esper.

e-mail do autor: radio8desetembro@yahoo.com.br E-mail: radio8desetembro@yahoo.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 10/09/2013

Trabalhei na Rádio Piratinga no final da década de 60, como coordenador artístico e apresentador do programa Faça o seu Pedido, das 9 ao meio dia. A rádio havia sido negociada com a IGREJA DE CRISTO, que foi sua proprietária durante algum tempo. Meus colegas de microfone eram Jose Carlos Marques, Rubens Pavão, Sandro Vilar, dentre outros. Eli Correia nunca foi funcionário da Piratininga, mas começou na Rádio S.Paulo, por minhas mãos, já na década de 70.O porteiro era um senhor bem idoso, seu Pascoal, que jogava duro com as tietes que iam à rádio ver os apresentadores... Foi um tempo muito bom.

Enviado por J.PIMENTEL - jpimentel10@hotmail.com
Publicado em 09/04/2013 Realmente nos anos 60 nao perdiamos a programação diaria que assim que terminava o programa sertanejo as 8 hs iniciava o "escreva uma carta pedindo a musica com CARLOS VIDAL, as 10 Hs entrava outro musical com FERREIRA MARTINS ,ao meiodia WILSON BRASIL com vamos ao Cinema, programação dos cinemas da capital.as 13 entrava o HelioRibeiro, as 14 hs Ferreira Martins novamente ai as 16,30 Augusto Toscano com o Larilarai contra o ie ie ie, ai as 18;30 dentro dum prog sertaneijo entrava o "JUVENCIO O JUSTICEIRO DO SERTAO> Adeus morena eu ja vou indo pro sertão, se eu naõ voltar, deixo contigo o coração....,Reinaldo Santos e Vicente Lia, tinha o JUQUINHA....Bons Tempos da grande PIRATININGA. Enviado por walter bueno de abreu - walterbueno@hotmail.com.br
Publicado em 09/04/2013 Bons tempos de Radio em Sao Paulo, alem das grandes emissoras, tinha a R Industrial Paulista, R Sto Amaro, Cometa,Ra Marconi, hoje Trianon, Cometa hoje Nacional, ou Sao Paulo,e a Club de Sto Andre que entrava muito bem,onde tinha o Luciano Calegari.bons tempos Enviado por walter bueno de abreu - walterbueno@hotmail.com.br
Publicado em 09/03/2013 Gostaria de salientar que meu pai Rubens Medina trabalhou na Radio Piratininga em meados dos anos 50 nos Quadros do humorismo, participando dos programas Torre de Babel, e Cadeira de Barbeiro ao lado de Manoel da Nobrega e Aloisio Silva Araujo. Seu personagem era o engraxate que dizia o bordão - Vai graxa doutor - e tantos outros programas, incluindo a Escolinha com Manoel da Nobrega, ao lado de Simplicio, Baiano e outros. Era amigo pessoal de Salomão Esper. Enviado por Rubens Medina Filho - medinamedina@superig.com.br
Publicado em 02/03/2013 nas tranmisão esportiva o locutor esportivo era valter dias, tinha um programa sertanejo comandado por augusto toscano, viva o lari lalai, cantava leoncio e leonel alembro que o saudoso teixeirinha era ouvinte um abraço jose maria Enviado por jose maria ribeiro - jose-ribeiroo@live.com
Publicado em 21/02/2013 Gostaria de saber qual era a frequência, em Ondas Médias(AM ou OM) da Rádio Piratininga em São Paulo - Capital. Enviado por André Luis Alves de Amorim - andreluisalvesdeamorim@outlook.com
Publicado em 14/01/2013 gostaria algum amigo saber informa sobre antiga radio cometa am fucionava edificio sao vitor centro esta radio fexo em ano foi casado governo militar oq olve esta emissora radio cometa am sp se algum amigo solber pode manda emil ficarei agradecido pois naci 1970 mao peguei este anos radio nem piratinga bem cometa nem marcani Enviado por euclides merighi - eucl1245@hotmail.com
Publicado em 30/11/2012 Era bem menino e ficava facinado de ouvir pela radio piratinga "Juvencio, o justiceiro do sertão". A imaginação vagava ao ouvir os sons do galope do cavalo CORISCO; o barulho do andar nas matas e as famosas lutas entre o mocinho e os bandidos. Até hoje me lembro que a novela num determinado dia ia encerrar, mas no "último" capítulo o Juvêncio diz "que deveria continuar a perseguir os bandidos".E dessa forma a novela continuou por mais algum tempo. A música até hoje está na minha lembrança. Enviado por Milton Marques - milmarques@uol.com.br
Publicado em 26/11/2012 eu me lembro da radionovela JUVENCIO O JUSTICEIRO DO SERTÃO se não me engano era as 17 ou 19 horas que passava em São Paulo as mulecada corria pro radio pra ouvir mais que saudade, será que não consegue nenhum trecho do Juvêncio ou das chamas que era assim (JUVÊNCIO O JUSTICEIRO DO SERTÃO,TANTANTAN E POR AI VAI) Enviado por irenilson ribeiro - iribeirogru@gmail.com
Publicado em 25/11/2012 Eu gostava de escutar o programa apresentado por Augusto Toscano e Sandro Vilar - lari-larai contra
o iê-iê- iê, q saudade daquele tempinho bão e da novela Juvencio o Justiceiro do Sertão. Ob
Enviado por jonas angelino de oliveira - jonascarcepol@hotmail.com