Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Natal e virada do ano em Sampa Autor(a): Vilton Giglio - Conheça esse autor
História publicada em 25/12/2008

Desde criança aprende-se que Natal tem de ser passado junto e deve-se, pelo menos nessa data (hoje, as famílias estão estressadas e são tantas que às vezes não sabemos quem é quem).

Depois, as crianças vão crescendo, as orações vão ficando raras, porque os "velhos" vão morrendo. Na hora da santa ceia, isso à meia-noite, tem entrega dos presentes, amigo secreto.

Brincadeiras na minha família, tinha muito isso. Tios, tias, primos e primas, aquela zorra total, ainda mais com a família muito grande. Tinha um tio que se vestia de papai noel, tenho até foto dele.

No pós-Natal tem o santo almoço, pernil, peru, muita farofa, aquele monte de galinha (lembro-me do leitão que meu pai matava, assava na padaria do seu Cortês, um portuga que adorava essa época, pois sua padaria parecia um curral tantos eram os leitões), frutas mil. Minha vó fazia questão de cortar as uvas que tinha no quintal com meu pai para como sobremesa distribuí-las.

Só ficava p. da vida quando mandava as crianças comerem separados dos adultos sem direito a fazer anarquia, boca fechada era recomendação número um, era uma mesa separada também; depois os adultos. Ordem do meu vô Angelo Zanoni Giglio, o general (adorava ele, saudades até hoje).

Tinha um casal de tios que vinham (Deus os tenham num bom lugar) de Miracema do Norte, quando não era estado e pertencia a Goiás. Demoravam dez dias para chegarem a Sampa. Quando Miracema do Norte virou estado estava lá, foi muito legal.

Passado o Natal vem a virada do ano, "aí o bicho pega", é zorra total mesmo. Cada um quer fazer a sua festa ou vão às festas. Tome roupa branca, parecemos pai-de-santo (nada contra). Após longa discussão, uns vão para a praia (paulista e paulistano gosta de dar sete pulinhos nas ondas, dá sorte) e "vamo que vamo" (praias de Santos, Praia Grande, ou, os mais finos, Guarujá). Mas ultimamente, depois de passar várias festas de fim de ano em locais diferentes, inclusive uma delas no Rio de Janeiro, na Avenida Copacabana, estamos passando e já passamos algumas viradas do ano, inclusive com direito a ver governador e prefeito de Sampa, na querida Avenida Paulista. Que coisa linda essa festa nas vezes em que passamos, é tudo de bom a virada do ano na Avenida Paulista.

Um feliz Natal e um ótimo 2009 a todos. Viva Sampa!

e-mail do autor: viltongiglio@hotmail.com

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 28/12/2008 Vilton, já passei virada de ano até em N.York, a dois anos em 2006 e 2007 passei na Paulista e adorei também e dizem que esse ano será demais infelizmente esse ano eu não vou mas em 2010 espero estar vivo para ir, pois tenho certeza que será melhor que a passagem desse ano. Legal. Enviado por Arthur Miranda - 27.miranda@gmail.com
Publicado em 25/12/2008 Festas familliares parecem que estam rareando. Uma pena. A Avenida Paulista, ontem dos baroes do cafe, hoje simbolo da alegria de todos. Enviado por Etel - ebussbuss@gmail.com
Publicado em 25/12/2008 Giglio, recordações como estas revigoram nossa resistência, permitindo que nossa saúde se alimente de emoções indispensáveis ao nosso passar do tempo, com esperanças sempre renovadas.
Parabens, Vilton, continue cultivando boas sementes que os bons frutos são certezas absoluta.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@terra.com.br
Publicado em 25/12/2008 Vilton, adoro as festas natalinas, desde o preparo até o dia do aniversariante. Aqui em casa ainda conservamos alguns princípios de família e em vez da missa do galo, fazemos sempre uma oração e cantamos muito. Um abraço e parabéns pelo seu texto. Enviado por margarida p peramezza - peramezza@ajato.com.br
« Anterior 1 Próxima »