Leia as Histórias

Categoria - São Paulo do século XXI Favelas e pit bull em Sampa Autor(a): Vilton Giglio - Conheça esse autor
História publicada em 10/03/2009

Toda favela tem sua característica, mas a miséria é comum, a origem de seus moradores é comum, o sofrimento por falta de escolas, assistência médica.

Há a lei do silêncio entre eles. São acordos, enfim, eles têm seu sistema que está dentro de um outro, em que somos os culpados por eles existirem. Eles não fizeram o sistema deles por vontade própria, mas sim por necessidade, são ajustes, infelizmente, pois todas as favelas existentes em Sampa ficaram ilhadas, e no seu entorno há a classe média, casas, carros, escolas para os filhos, câmeras contra roubo, cachorros dos mais violentos, seguranças, cercas com arame farpado, satélite monitorando 24 horas, viaturas da PM - dependendo do bairro, passando sempre.

O sistema poderia fazer um fórum no Ibirapuera, Anhembi, Morumbi, Pacaembu, ou algum colégio, para discutir a violência em Sampa. O sistema certo e correto cem por cento foi quem criou o sistema errado, onde hoje estão as favelas, seus moradores, com noventa por cento de gente boa.

Não tenho medo de andar em qualquer favela em Sampa, ao menos que surja uma bala perdida. O que mais tenho medo é morar no meu condomínio e ter dois exemplares da raça pit bull que andam sem focinheira, enforcadeira, coleira curta. Um deles já comeu um cachorrinho pequeno vivo. Embora exista uma lei 11.03.2003 de número 11.531 - 20.11.2004, assinada pelo ex-governador Geraldo Alckmin, proibindo essa e outras raças de andarem sem os apetrechos, os animais são fáceis de serem domesticados. Quanto aos homens é mais difícil, mas não impossível. A dona do cachorro pequeno é uma senhora de 74 anos que está até agora abalada, tomando remédios. Portanto, como podemos viver dentro de um apartamento com um cachorro assassino feito para matar seres humanos? Deve ter a genética do Hitler.

Portanto, leitores, é uma polêmica que todos nós estamos envolvidos, afinal estamos em Sampa, e tudo que acontece no Brasil normalmente começa por aqui.

Viva as favelas! Viva Sampa! Abaixo os pit bulls.

Abraços a todos.

e-mail do autor: viltongiglio@hotmail.com

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 11/03/2009 Vilton: Tudo tem limites. Não tenho muita paciencia para encrencas e tento resolver meus problemas da melhor maneira possivel. Ja tive alguns problemas com cães e entre a vida deles e minhas pernas fiquei com a segunda opção, e com direito a muitas testemunhas. Não aconselho ninguem fazer o que fiz, mas não me arrependo. Até os cães sabem com quem mexem. Um abraço. Pantarotte Enviado por João Eduardo Pantarotte - pantarotte@hotmail.com
Publicado em 11/03/2009 Vilton, sugiro que vc. compre uma pantera ou uma onça mas, não domesticadas... ahhh, com que prazer os dois "pédeburro" iriam servir de pasto aos "gatinhos" Parabéns.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@terra.com.br
Publicado em 10/03/2009 Vilton, estou contigo. Nas favelas tem muita gente boa e honesta. Onde resido temos também o problema de cães, mas o preocupante são esses pit bulls, que mesmo presos são perigosos, principalmente para crianças. Um abraço. asciudeme Enviado por asciudeme joubert - asciudeme@ig.com.br
Publicado em 10/03/2009 Vilton, cães são treinados para matar.O assassino é aquele que os treina. Existem animais que pela própria natureza podem ser domados, mas jamais domesticados. É o caso dos Pit-bulls. Ao tempo de Hitler estavam os Pastores Alemães, que ainda estão por aí, cuidando de adultos e crianças... "Um revólver não mata. Quem mata é quem o empunha..." Vamos pois, "domesticar" as pessoas. Abração, Natale. Enviado por Wilson Natale - wilsonnatal@uol.com.br
Publicado em 10/03/2009 Caro Giglio, com todo o respeito; estamos tão condicionados na divisão de castas , que voçe menciona eles e nós.Na Igreja Salesiana Dom Bosco quando frequentava, na infância, o Padre Essetino falava que eramos todos filhos de Deus.Are Baba(risos).Rubens Enviado por Rubens Ramon Romero - rrubensrr@bol.com.br
Publicado em 10/03/2009 Odeio cães! Por mim, poderia estar em extinção.
Já que não tem jeito, o jeito é fazer como eu: fico beeemmmmmmmm longe deles.
Apoiado o seu protesto!
Enviado por Doris Day - dorisdaybrasil@gmail.com
Publicado em 09/03/2009 VILTON, O CONDOMINIO, e PREDIO, OU CASAS.?
PREDIO TEM A CONVENÇÂO DO CONDOMINIO TEM QUE SER RESPEITADA.
QUEM SABE UMA BALA PERDIDA ACABA COM ESSE ASSASINO.
Enviado por joao claudio capasso - jccapasso@hotmail.
Publicado em 09/03/2009 Vilton, abaixo os pit bulls, para mim são mais perigosos.Um abraço. Enviado por margarida p peramezza - peramezza@ajato.com.br
« Anterior 1 Próxima »