Leia as Histórias

Categoria - Nossos bairros, nossas vidas O filho do Sagüi e seu amor pela Parada Inglesa Autor(a): Luiz Alberto - Conheça esse autor
História publicada em 17/09/2009
Desde que nasci escuto meus pais falarem da maravilha que é esse bairro e de como é bom morar nele. Esse bairro tem tudo a ver com minha vida já que foi nele onde meus pais nasceram, cresceram se conheceram; casaram-se e depois eu nasci em 1989: Na Parada Inglesa. Hoje tenho 20 anos e foi aqui onde cresci e onde moro atualmente; já morei em diversos lugares da Parada Inglesa; morei na rua Borges Ladário, na rua Guarajá, na rua Capitão Sérvio. Minha vida gira em torno desse bairro, pois trabalho em uma concessionária de veículos próxima, tomo café da manhã em uma das tantas padarias do bairro sou chefe de ala numa escola de samba do bairro, a X-9 Paulistana. Minha mãe faz suas compras de mercado e nos mercadinhos Av. Ataliba Leonel.

E sem falar como é bom passar pelas ruas e ser reconhecido por ser filho de um dos maiores craques que o bairro já teve: o Sagüi, como meu pai é conhecido. Ganhou esse apelido por jogar nos campeonatos de futebol da Escola Justino Cardoso, hoje conhecida como Frei Galvão e nos campeonatos do time de futebol da escola de samba x-9 paulistana jogando pelo time Internacional, onde os jogos aconteciam no campo de terra do clube Jardim São Paulo. O apelido é porque quando ele fazia um gol comemorava subindo no alambrado das quadras e assim passou a ser chamado como “sagüi”.

Eu hoje sou muito feliz por morar aqui na Parada Inglesa. Aqui tenho minha historia meus amigos e minha família. Não sairei do bairro nunca. Aqui nasci é vai ser aqui onde vou morrer, na minha querida Parada Inglesa.

e-mail do autor: junior_alton@gmail.com.br E-mail: junior_alton@gmail.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 02/04/2012 Tirou 10..... Enviado por Lilian - lilianlippe@hotmail.com
Publicado em 06/10/2010 Parabéns Sr. Sagüi Jr.

Cada dia que passa você me surpreende mais!
Tenha certeza do quanto teus pais te admiram por ser esse filho tão presente na vida deles e tão especial!
Continue seguindo esse seu caminho, pois tenho certeza que você vai longe!

Já posso dizer que eu Adoro você!

“(Bons filhos conhecem o prefácio da história de seus pais, Filhos Brilhantes vão muito mais longe, conhecem os capítulos mais importantes das suas vidas.)” Augusto Cury.

Bjs...
Joy
Enviado por Joy - joy-nascimento@hotmail.com
Publicado em 28/06/2010 Respondendo a pergunta que o Sr.Ernesto Bernardi deixou postado como comentario : o nome parada inglesa foi dado porque existia a muitos anos atras uma linha de trem numa rua do bairro, atualmente essa rua chama-se rua do Tramway próximo ao metrô e essa linha do trem terminava enfrente a uma fazenda de uma familia inglesa então era conhecida como a ultima parada na fazenda inglesa e com o tempo foi ficando parada inglesa
Obrigado !!!
Enviado por luiz - junior_sagui@terra.com.br
Publicado em 08/06/2010 pessoal eu que escrevi essa historia estou passando para avisar que meu email foi atualizado
para : junior_sagui@terra.com.br
obbrigado a todos pelos comentarios
Enviado por Luiz - junior_sagui@terra.com.br
Publicado em 04/05/2010 legal ter noticias da PARADA.estudei no justino nos anos 70, com vicente e celestino, garibaldo, Paulinho amaral e a irma Carmem, O Zum e o flavinho arrebentando no futsal,Valtinho da palma.quem for dessa epoca por favor entre em contacto comigo.nao morro mais no Brazil mas estou sempre por ai.beijao a todos.teda Enviado por paulo (teda ou carioca) - teda1000@hotmail.com
Publicado em 09/11/2009 luiz: adorei seu depoimento.estudei no frei galvaõ em l942 e 1943.gostaria de me comunicar com pessoas dessa epoca para relembrar. obrigado Enviado por walter.ferraresi - walter.ferraresi@terra.com.br
Publicado em 08/11/2009 Que bom ter lido o que voce escreveu. Assim como seu pai, eu também nasci, cresci e vivi na Parada por 47 anos. Hoje tenho 59 e infelizmente não moro mais aí. O Sagui era fantástico e voce só podia ser igual a ele. Boas árvores dão bons frutos. Parabens aos dois. Voltaremos as nos comunicar. Quero saber do seu pai e de um monte de gente. Um beijo, Marcão. Enviado por Marcos Loureiro - Marcão - marcoslour_ti@yahoo.com.br
Publicado em 20/09/2009 Alberto, vc. está em estado de graça por ter sido "mordido" pela boa turma do SPMC. Exemplo de bom gosto; é gratificante a todos nós por sermos objeto de interesse de um jovem que sabe valorizar os bons aspectos do bairro em que nasceu e vive. Parabéns, Luiz.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@terra.com.br
Publicado em 20/09/2009 Luiz, que bom ler seu texto. Há tempos ansiava por notícias do bairro onde cresci. Certamente estudei com seus pais, no Frei Galvão, que por um breve tempo mudou de nome. De férias em Sampa, voltei lá, mas o prédio virou secretaria. Fiquei olhando pela fresta do portão, com saudade de tanta gente: Seu Santos, seu Brasílio,as "diretoras", os professores Walter, Nelson, Terezinha... Que saudade! Por favor, conte mais! Enviado por Maria Helena Santiago - mariahelenasantiago@hotmail.com
Publicado em 19/09/2009 Dois motivos para se comemorar. Você escrever para o site e, melhor ainda, valorizar o bairro e a sua história dentro dele. Saber preservar suas origens, seus pais, não tem preço. Parabéns. Enviado por Vera Lúcia de Angelis - deangelisgomes@terra.com.br
« Anterior 1 2 Próxima »