Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Vila Bonilha - Pirituba Autor(a): Leila de Lorenzi - Conheça esse autor
História publicada em 11/07/2011
Quando era criança adorava passar minhas férias escolares na casa de minha tia Bela, na Vila Bonilha, perto de Pirituba. Eram ruas de terra e eu e minha prima Lúcia ficávamos brincando na rua até tarde. Não havia perigo.

Haviam muitos terrenos, cheio de pés de eucaliptos e pedras rochosas. Gostávamos de brincar por ali, fazer pic-nic, etc..

Nossas roupas ficavam todas sujas de terra vermelha. Coitada da minha tia que tinha que esfregar tudo no tanque, mas ela nem achava ruim. Tinha uma paciência, assim como minha mãe que era sua irmã.

Na nossa adolescência, freqüentávamos a quermesse da Igreja São Luiz Gonzaga. As moças e os rapazes ficavam dando voltas na rua, em torno da igreja, e aproveitavam para ir "tirando linha", como se dizia na época. Era muito bom!

Hoje, lá na Vila Bonilha está tudo mudado, tudo asfaltado. Os eucalipteiros viraram bairros. Já não há as quermesses dos fins de semana na igreja.

Mas, continuo indo lá, para visitar a tia Bela, que já está velhinha, e a prima Lúcia, pois ambas me são muito queridas.

É tão bom quando nos encontramos e ficamos lá com nossas lembranças, afinal, recordar é viver novamente.


E-mail: leiladelorenzi@ig.com.br E-mail: leiladelorenzi@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 30/04/2013 leila como é bom recordar, infelizmente não podemos nos transportar a 30/40 anos atras, para vivermos tudo aquilo que vivemos e podemos dizer vivemos. felicidades a você. Enviado por juvenil vieira - juvenilvieira@ig.com.br
Publicado em 24/08/2011 Viu só, Leila? Você não está sozinha no rol de histórias fantasiosas, neste site. Recentemente, um senhor escreveu contando de uma ESTÁTUA de Fernão Dias, em frente do colégio, que ficou com os olhos em fogo! Perto desta, seus ets que a paqueravam pelas ruas da Saúde são fichinha. Abraços. E conte mais sobre aparições incríveis! Enviado por Delmiro Amadeus - ama.deus@terra.com.br
Publicado em 23/07/2011 Muito bem lembrado ! Vila Bonilha é mesmo um lugar histórico de avistamentos alienígenas! Meu compadre Tinoco teve ali seu sitio invadido por medonhos ETs, iguais aos seus da Saúde, vestindo mantos brancos , lanternas nas mãos e os rostos eram de caveiras! Mais pareciam almas penadas, então compreendo o medo que você sentiu quando eles entraram na sua piscina da Rua Bragunceiros!!! Enviado por Gianni D´Amico - g.damico@terra.com.br
Publicado em 23/07/2011 Sra. De Lorenzi recordar esses tempos de liberdade e de contato com a natureza são um alento e muito oxigênio para a vida meio cinzenta dos paredões de concreto que dominaram a paisagem da Bonilha. O interior belíssimo de S.P. mantém tudo isso e muito mais para quem tem coragem de mudar e viver um século! Abraço do Bernardi. Enviado por Ernesto Bernardi - ernestob1144@gmail.com
Publicado em 17/07/2011 Adoro ficção científica, então achei magnífico aquele seu conto onde você é perseguida por crueis alienígenas, que a seguir destroem todos seus abacates de sua fazenda. Parabéns, e conte mais histórias como essa! Enviado por Roberto Norking - rnorka@uol.com.br
Publicado em 15/07/2011 O que mais me deixa saudades é essa atmosfera de cidade do interior, apesar de próxima da capital, que certas cidades, como a própria Pirituba. Seu curto relato foi suficientemente grande para despertar estas saudades. Abraços Enviado por Nelson de Assis - nel.som55@yahoo.com.br
Publicado em 14/07/2011 Novamente a velha Vila Bonilha, em evidência....não foi ali que os discos voadores aterrizaram no seu abacateiro? Um abraço. Enviado por Norberto Salemmi - norsal@ig.com.br
Publicado em 14/07/2011 TAMBEM ME LEMBRO; DO LANIFICIO PIRITUBA, DO CINEMA DA CRISTO REI, DO CAMPO DO VASQUINHO, DO VILA BONILHA, DO FUP, DO GOMIDE QUANDO ERA EM FRENTE O CLUB PIRITUBAO ETC ETC ETC Enviado por FREITAS - SUPPORTASSESSORIA@GLOBO.COM
Publicado em 13/07/2011 Quando comecei a trabalhar no Banco Noroeste em 1977 tinha muitos colegas da Vila Bonilha. Álvaro Galaverna, Osvaldir Fernandes (tiquinho), Sérgio Papay. Alguns jogavam no time dos Onze. Se alguém souber do paradeiro dessa turma eu ficaria feliz em saber. Enviado por Almir - almir1960@hotmail.com
Publicado em 12/07/2011 Que coisa maravilhosa a duração da amizade entre parentes, a duração da vida e a recordação, em vida dos folguedos infantis, mesmo mudado mas, sempre no mesmo local. Linda a sua narrativa, de Lorenzi, parabéns.
Modesto
Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
« Anterior 1 2 Próxima »