Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Meu primeiro emprego: office boy da Bloch. Autor(a): Amauri - Conheça esse autor
História publicada em 25/09/2012
Meu primeiro emprego foi como office boy, em 1974, na Bloch Editores, editora das Revistas Manchete, Fatos & Fotos, Amiga, Ele & Ela, etc, em sua antiga filial aqui em São Paulo, na Rua 24 de Maio, 35 - 11º andar, onde funcionavam a Diretoria Regional, as áreas de Publicidade, Administrativa, Redação e Fotografia. A editora ocupava praticamente o andar inteiro, com exceção de dois pequenos conjuntos de um dentista e um médico.

O prédio ficava (isto é, ainda fica) quase em frente à Galeria do Rock que ainda era mais conhecida pelas suas lanchonetes com os sanduíches de frios sortidos, sucos, lojas de bugigangas chinesas e no subsolo as lojas de discos de música negra, nas quais os amigos se reuniam para combinar sobre bailes nos finais de semana, do Chic Show, cabeleireiros afros, etc.

Nesta época ainda não havia os calçadões das Ruas 24 de Maio, Barão de Itapetininga, uma parte da Conselheiro Crispiniano, etc. e uma das tarefas dos office boys era esperar pelas Kombis que vinham da distribuidora na Rua Aurora para recolher os pacotes de revistas e levá-las para o escritório. Ficávamos na esquina da Rua 24 de Maio com a Conselheiro, onde havia uma farmácia cujo acesso era por escada rolante, pois ficava no subsolo.

Depois, separávamos as revistas e distribuíamos por agências de publicidade no Centro Paulista, Jardins com as respectivas faturas (tudo carregando em envelopes, embaixo do braço) e, também, as de cortesia enviadas para diretores e presidentes de bancos (Setúbal, no Itaú da Boa Vista, Safra, na XV de Novembro, etc) e algumas outras empresas.
Mas, a parte realmente legal era o horário do almoço.

Tínhamos 2h de almoço e muitos cinemas perto de nós: Art Palácio e Olido (na São João), Marrocos (na Conselheiro), Paissandu e Ouro (no Largo do Paissandu, Ipiranga, Marabá e Windsor (na Av. Ipiranga) e o Barão (em uma Galeria da Barão de Itapetininga que depois virou um Bingo). Mas, como ir ao cinema, todos os dias, no horário de almoço, com um estupendo ordenado de meio salário mínimo que era o que ganhávamos? Resposta: Com revistas!

Engolíamos nossas marmitas (esquentadas sob o vapor de uma máquina de café expresso), separávamos as revistas de duas edições anteriores (Amiga ou Fatos & Fatos, às vezes Ele & Ela, mas nunca Manchete - era uma revista muito cara na época) e levávamos aos gerentes dos cinemas, porteiros e bilheteiros. Acho que assisti a todos os filmes de Kung Fu, Shao Lin, Bang Bang e Pornochanchadas do período.

E todos os dias estávamos no cinema: eu, Samuel, Quirino, Edson, Alemão e mais oito outros "cinéfilos" office boys da Bloch Editores.


E-mail: acontel@ig.com.br E-mail: acontel@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 07/10/2012 PARABENS.
Trabalhou bem ficou faltando somente 17 votos para voce entrar.
a proxima voce fica.
Boa Sorte.
Enviado por MARCIA MARIA JULIO - marcia.prado@unifilter.com.br
Publicado em 24/09/2012 Tempos bons heim Amauri! a gente se virava como podia para um lazer sem se desvirtuar para o mal
Nossas traquinagens eram muito criativas e benévolas,diferente das de hoje.Feliz de quem lia as revistas e feliz de você que assistia os filmes
Parabéns!!conte nos mais desta época.

Walquiria
Enviado por walquiria rocha machado - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 24/09/2012 Amauri, isso é simplesmente humano! Na juventue, quanta beleza se inventa. Parabéns. Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 24/09/2012 Muito legal Amauri - Também tinha duas horas de almoço . Saiamos em quatro garotos ainda peranbulando lá pelo centro. O gostoso é que não tinha trombadinha na época... Abraços . Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »