Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Arrumação Autor(a): Ana Regina Carnevalli Parra - Conheça esse autor
História publicada em 25/09/2012
Hoje peguei
aquelas fotografias guardadas,
amareladas,
nem sei mais
quem são aquelas figuras.

Rasguei
o que não
mais utilizava.

Bilhetes de viagens,
atas, rascunhos eu
não mais precisava.

Selecionei,
separei,
sabe lá se um dia,
ainda usarei qualquer coisa dessas.

Aqui na Chácara Flora
foram tantos momentos
dedicados ao trabalho,
que nem sei...

Certeza só tenho,
que participei.


E-mail: arcparra@ig.com.br E-mail: arcparra@ig.com.br
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 27/09/2012 Lindo!!!
De los buenos momentos queda registro indeleble en nuestro corazón...
Enviado por laura - lauradapia@hotmail.com
Publicado em 26/09/2012 Amei sua poesia, só poderia ser mesmo uma deusa para fazer isto. Parabens de sua prima Cris.
Beijos ..........................................
Enviado por CRISTINA - MARICRIS.ROMANO@GMAIL.COM
Publicado em 25/09/2012 ...ainda bem que você participou!abraço Enviado por marcia ovando - marciaovando@hotmail.com
Publicado em 25/09/2012 Querida Ana,quando eu era criança minha mãe
tinha umas 2 ou 3 fotos do meu pai guardadas,
quando ela morreu,nem sei porque eu rasguei,já que nenhum dos meus irmãos quiz ficar com elas.
Hoje minha filha caçula sempre fala que gostaria de ver uma foto do avô para saber como ele era e se algum dos netos tem alguma característica dele
Confesso que me arrependo um pouco de ter anulado
a possibilidade destes netos e bisnetos todos,
saberem como era físicamente o avô.
Enviado por walquiria rocha machado - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 25/09/2012 Singelo, simples, magnífico!
Tenho em conta que tudo isso foram “Emoções”:...se chorei ou se sorri, o importante é que emoções eu senti...
Algo faz-nos refletir nos versos: estudo um projeto que denominamos “A Fotografia como Concepção Histórica”, na região de Santo Amaro, e através disso trabalhamos incessantemente sobre “essas imagens congeladas” em determinado momento histórico, e elas nos revelam “pérolas” escondidas nas imagens, embora por vezes doloridas e saudosas recordações, mas são sublimes! Parabéns.
Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 24/09/2012 Ana, chega um dia na vida que é hora de decidir, jogo fora ou não, quando desfaço preciso, quando guardo nunca uso, eis a questão, tema bom ,Estan. Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
Publicado em 24/09/2012 Ana Regina - Aquele bilhetinho que dizia : Devo ao José ........ cruzeiros , você não jogou fora não hummmm ... Risos Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
Publicado em 24/09/2012 Ana, existem momentos em que as fotos devem se rasgads, embora eu não faça isso. Mas o bom mesmo é que você PARTICIPOU E VIVEU AS EMOÇÕES DO TEMPO. Um beijo. Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
« Anterior 1 Próxima »