Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias O ônibus elétrico da Cardoso de Almeida Autor(a): Francisco Caldeira - Conheça esse autor
História publicada em 16/01/2013
Lembro-me de quando aos nove anos de idade consegui uma bolsa de estudos no Colégio Rio Branco (Higienópolis). Morava eu na Rua Wanderley, bairro das perdizes.

Diariamente, para ir à escola, caminhava cerca de dez quadras para ir de minha casa até a Rua Cardoso de Almeida (esquina com a Rua Prof. João Arruda), onde ficava o ponto inicial do Trólebus (ônibus elétrico) com destino à Praça Machado de Assis.

Pela manhã, ia com esse ônibus até a Praça Vila Boim, próximo à Av. Angélica. Eram várias as situações que marcaram a lembrança:
- O barulho que o ônibus fazia, dado ao seu motor elétrico;
- Os leves solavancos na sua arrancada e desaceleração;
- As pessoas que o utilizavam, muitas das quais eu as revia hodiernamente...

Quanto às pessoas, havia um cidadão, muito engraçado, que a "molecada", assim como eu, o denominava de "Sr Bom Dia". Sujeito de feições abrutalhadas, com diversos "tiques" nervosos, óculos "fundo de garrafa" e que diariamente "pegava" uma passageira do ônibus para ser sua vítima.

Ele tentava uma "paquera", que era digna de atenção de todos pela comicidade da situação... Enquanto a moça não lhe respondia, ele ficava fitando-a e dizendo "bom dia, bom dia" com seus diversos "tiques"...

Em geral as pessoas levavam na brincadeira... Mas, afora as situações cotidianas, muitas saudades desse trajeto, que inclusive ainda hoje existe (ano 2013).


E-mail: fp.caldeira@hotmail.com E-mail: fp.caldeira@hotmail.com
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 16/01/2013 Essa linha ligava a Rua Cardoso de Almeida, nas Perdizes, ao bairro da Aclimação, na Rua Machado de Assis, onde ficava a garagem dos trólebus. Passava bem na frente do Estádio do Pacaembu. Era considerada uma linha nobre, pois só passava por bairros de classe média, entre os quais Higienópolis. Muitas linhas de trólebus, esta inclusive, foram desativadas pela ex-prefeita Martaxa Suplicy e substituidas por ônibus movidos a diesel. Foi uma contribuição dela para "melhorar" a qualidade do nosso ar. Enviado por Tony Silva - silva.luiz2006@ig.com.br
Publicado em 15/01/2013 Ainda bem que antigamente tudo era mais light,
se fosse agora ninguém levaria na brincadeira,o sujeito poderia até tomar um tiro se mexesse com a pessoa errada.Parabéns pela bolsa de estudos em um grande Colégio,e também por ser tão responsável
com apenas 9 anos.
Enviado por walquiria rocha machado - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 15/01/2013 Xico - Bom dia ... Risos - Um grande abraço . Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
Publicado em 15/01/2013 Tambem estudei no Colegio Rio Branco (Higianopolis) e tambem morava nas Perdizes. Rua Ministro Godoy quase esquina com Homem de Melo. Quando minha mãe não ia me buscar oque ocorria com muita frequencia eu voltava a pé subindo e descendo ladeiras do Pacaembu e Perdizes. Um trombadinha assaltou um colega que ia comigo uma vez no trajeto de volta para casa. Lembranças Enviado por alexandre ronan da silva - alexandreronan@gmail.com
Publicado em 15/01/2013 Quando os momentos foram bem vividos, a saudade bate.Um abraço. Enviado por margarida peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »