Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias "A separação" Autor(a): Modesto Laruccia - Conheça esse autor
História publicada em 20/02/2013

Quando completei 40 anos, em 1972, estava contente, feliz com a Myrtes e meus cinco filhos, (como estou até hoje). Fiquei tão feliz ao chegar aos 40 que pedi a Deus: "Me dê, pelo menos, mais 40, com cinco filhos não posso abandonar minha mulher, sozinha"; e ele, tão bom, me atendeu.

Meus primeiro anos no Parque Continental, na região oeste da cidade de São Paulo, foram repletos de lances quixotescos e aventureiros. O Parque está localizado numa área onde, 50 anos atrás, funcionava o matadouro e "Frigorífico Wilson".

Bom emprego, tentando jogar futebol (tentativa infrutífera pois nunca deixei de ser um "modesto" jogador... pudera, com esse nome, não podia ser outra coisa), viajava muito, acampava até dizer: “chega”, (ou "dizexega", ou "dizechega", ou "disexega", ou, ainda "disechega" qual é o correto, afinal? A gente usa tanto essa afirmação que só alguém que entende bem de português, vai me ajudar. Vou perguntar pro Dr. Abudd). Bem, conheci muitos lugares, cidades, praias, acampando. Fui até Petrópolis, no Rio de Janeiro e sempre com os cinco filhos e a doméstica.

Na época, tinha um vizinho e amigo, Wilson Cabral, que era comandante da Varig. O Wilson aproveitava em sua atividade, trazer muita coisa do estrangeiro, atendia encomendas, trazia objetos de porcelana chinesa, abajours, (conservo um, até hoje, daqueles que encostando a mão, ele acende), jogos de louça inglesa finíssima, vinhos, queijos, chocolates, tapetes persas, cortinas, vestidos de Bali, bijuterias e muita "bugiganga" também, para todos os gostos. Como ele fazia? Funcionários das companhias aéreas tinham acesso, “descesso” e sucesso com as compras na passagem pela aduana. Não havia nada de trambique, era tudo legal.

Na posição de comandante, ele tinha essa "acomodação", na cabine do piloto. Casado, com Dona Irene, simpática e boa senhora, ( já falecida), três filhos que hoje vivem em Los Angeles. Um dia Wilson teve uma ideia e eu "abracei" a dita cuja: "Vamos acampar até o Rio de Janeiro, te trago uma barraca francesa, estilo bangalô, com três quartos, sala, cozinha, varanda, colchões de ar, uma beleza, você vai adorar."

Ele tinha um tremendo Galaxi, confortabilíssimo e eu, com a Kombi da Myrtes, os cinco filhos e a nova barraca importada da França. Com outro vizinho, fomos as três famílias para o belo passeio. A primeira parada foi a Barra da Tijuca, éramos sócios da CCB, um prestigioso clube de camping. O acampamento, na época, estava localizado onde hoje está o Shopping da Barra, encostado a praia mais gelada do mundo tropical, a Praia da Barra. Em pleno verão as águas desta praia registrava 12 a 15 graus. Eu não me arriscava, receava um choque térmico.

Armamos as barracas, (fiquei deslumbrado com a minha) e demos início as nossas atividades. Conhecemos as salinas de Cabo Frio, Arraial do Cabo, diversos lugares e pontos turísticos, tudo por meio de acampamentos. O Wilson, por força de seu trabalho, vez ou outra, ausentava-se a fim de cumprir horários e vôos escalado ou substituindo um colega, impedido por alguma razão. Numa destas ocasiões, no meio de uma semana me disse:
Modesto, tenho que me apresentar, vou ter que fazer um voo para Argentina. Você dá uma olhada na minha barraca, por favor, a Irene e as crianças estão bem, aqui na área tem segurança, me sinto protegido, porém, sempre é bom ter alguém por perto. No domingo vamos fazer um bom churrasco, trago a carne de Buenos Aires, vai ser uma delícia, você vai ver.

E não deu outra, no domingo saboreamos um churrasco com carne, vinho e pão da Argentina, wiskey escocês, cerveja carioca e refrigerantes paulistas e nós, paulistanos de boa cepa, devorando tudo. Por isso, hoje me separo do Modesto n.1. Estou com 41 anos, os outros primeiros 40 foram maravilhosos e tenho muito o que contar ainda. Vou contando, também sobre os 40 anos do Modesto n.2. Daqui a 40 anos, conto como foi a terceira etapa. Arrivederci a tutti.


E-mail: modesto.laruccia@hotmail.com

Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 20/02/2013 Que beleza Sr Modesto. Estamos esperando a continuidade Enviado por alexandre ronan da silva - alexandreronan@gmail.com
Publicado em 20/02/2013 Adoooorei,voce já cumpriu todas as etapas com o trabalho com os filhos, com as responsabilidades
da vida,agora voce esta livre e solto e quem manda em voce é voce mesmo,lógico que depois da Myrtes e "Viva a Vida"
Enviado por walquiria rocha machado - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 20/02/2013 Modesto, um dia eu me meti a acampar com a família, arrumei uma bela barraco com dois quartos e foi para o Guarujá chegando lá ao lado de uma gostosa cascata com aquela aguá pura que descia da Serra, não consegui armar o barraco os borrachudos me comendo, tentei encontrar um hotel estavam todos lotados, acabei indo com o resto da família passar a noite até a manhã seguinte em três cabines madeiras, que naquele tempo eram postas para aluguel na Praia José Menino em Santos, resultado: Nunca mais acampei, Aguardo a terceira Etapa nem que seja psicografada em algum centro espirita. kkkk. Enviado por Arthur Miranda - 27.miranda@gmail.com
Publicado em 20/02/2013 Esse é o nosso querido Modesto, sempre contando casos interessantes de sua vida, vamos aos 42 então. Beijos pra vocês! Enviado por margarida peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 20/02/2013 Modesto. Arrivederci coisa nenhuma. Por muito tempo ainda estaremos juntos. Não quarenta, mas sim três vezes quarenta. Gracei Dio Enviado por Marcos Aurélio Loureiro - marcoslour_ti@yahoo.com.br
Publicado em 20/02/2013 PARABENS SR, MODESTO, PELOS 81 ANOS,
a separaçâo das idades, e normal depois dos 50anos,
eu tambem depois dos 50 parei com muita coisa,
ASSIM E A VIDA,
Enviado por joa claudio capasso - jccapasso2@hotmail.com.
Publicado em 20/02/2013 Caro Modesto. Suas revelações indicam a performance, algo próprio do saber viver, em francês, 'savoir vivre'. Viver é muito gostoso não é? Abraços. Enviado por Clesio de Luca - clesiodeluca@yahoo.com.br
Publicado em 20/02/2013 Modesto, tô loquim prá fazer esta separação! Ainda preciso de tempo e força. Continue me ajudando. Abraço. Enviado por Edmilson Mário Jacoud - mariojacoud@gmail.com
Publicado em 20/02/2013 Mestre Modesto, vc cada vez melhor em suas histórias. Agora a idéia de meu mano foi boa. Parabéns e esperamos mais Modesto nº3 e 4. Parabéns e aquele abraço Grande Mestre. Enviado por asciudeme joubert - asciudeme@ig.com.br
« Anterior 1 2 Próxima »