Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Sorriso Autor(a): Luiz Carlos da Silva - Conheça esse autor
História publicada em 10/10/2013
Existiu e ainda existe um dentista maravilhoso chamado Doutor Mauro, que tem um consultório no Jardim Brasil, zona norte, da querida cidade de São Paulo. E, quando todos os meus dentes começaram a cair, minha irmã Silvinha disse: Vai ao doutor Mauro que ele coloca uma dentadura maravilhosa na sua boca!
 
Após alguns dias pensando, pensando e sem nenhum dente resolvi ir até o consultório do Doutor Mauro. Peguei o ônibus 2127 – Parque Brasil na estrada da Conceição e desci em uma pracinha e logo avistei o consultório que ficava em cima de uma granja. Subi lentamente as escadas e apertei a campainha e fui atendido por uma garota muito atenciosa que pediu gentilmente para eu sentar, que seria atendido rapidamente.
 
Sentei-me e peguei uma revista muito antiga e comecei a folhear e sempre pensando nos meus dentes postiços que o Doutor Mauro colocaria e, após alguns minutos, fui atendido pelo Doutor Mauro, um senhor de origem japonesa, formado pela Unesp e que já tinha extraído mais de dez mil dentes ao longo da sua carreira como dentista.
 
Após algumas semanas saí do consultório com os dentes mais lindos deste planeta e resolvi entrar em um boteco do bairro para beber algumas cervejas e comer alguns torresmos e, após beber várias cervejas e degustar vários torresmos gordurosos e duros e ter testado minha linda dentadura, segui para casa sorrindo para o mundo.
 
Resolvi ir à praia e as malas estavam todas prontas e lá fomos nós repletos de alegria e felicidade e eu sorrindo para todos e para o mundo. Quando chegamos à praia, armamos nosso guarda-sol e ficamos a admirar aquela maravilha do céu misturando-se com o mar e resolvi dar um mergulho nas límpidas águas daquela linda praia de Ubatuba e, assim que mergulhei e levantei a cabeça para fora da água, senti que tinha perdido minha linda dentadura feita com tanto esmero pelo Doutor Mauro, corri envergonhado até onde estávamos e disse muito acanhado para minha “patroa” que tinha perdido minha dentadura no mar. Entre vários sorrisos de todos saímos à procura da dentadura do Doutor Mauro pela areia e procura daqui e procura dali e nada de acharmos os meus dentes postiços.
 
Várias cervejas e porções de camarão foram consumidas e muitas piadas foram contadas e quando havia a necessidade de sorrir sempre eu colocava a mão na boca, pois estava muito triste sem os dentes novinhos do Doutor Mauro e colocava a mão na boca e esboçava um sorriso “falso”.
 
O dia já estava terminando, o Sol dando aquele espetáculo maravilhoso e eu ali com a mão na boca e a alma pequenininha, sentindo a falta dos meus dentes. Começamos a desarmar o guarda-sol e a colocar tudo em uma mochila para irmos embora e foi quando um garotinho que estava conosco postou-se na minha frente e disse:
 
- Luiz tem um presente para dar para você!
 
Fiquei imaginando o que um garotinho de apenas seis anos poderia dar para meu dia sem sorrisos e ele pediu para eu fechar os olhos e quando eu os abri ele depositou a minha dentadura em minhas mãos, sorriu e saiu correndo pela praia e dizendo: Achei a dentadura! Achei a dentadura! Achei a dentadura!
Armamos novamente o guarda-sol e ficamos na praia até altas horas da noite contando piadas e eu lembrando e relembrando a alegria de termos um sorriso para o mundo.
E-mail: lucasi__@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 16/10/2013

Luiz seu sorriso é lindo,não pela Dentadura do Mauro, mas por você sorrir de sí mesmo. Só as boas almas fazem isso.

Enviado por Marcos Aurélio Loureiro - marcos.lour@yahoo.com.br
Publicado em 11/10/2013

Boa história Luiz, não sei se ria ou chorava, não usou corega, dançou, brincadeira a parte, fica de alerta a quem usa dentadura postiça, eu na praia já perdi a aliança, acho que ninguem achou, parabéns,Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estantec@gmail.com
Publicado em 11/10/2013

Luiz eu morei no Jardim Brasil em uma rua sem saída que ficava atrás desta granja e sabia deste dentista em cima mas nunca imaginei que hoje depois de tantos e tantos anos voce se lembraria dele.Parece que a primeira dentadura ninguem esquece...

Enviado por Walquiria Rocha Machado - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 11/10/2013

Luis Carlos, imagino a frustação do amigo quando se viu sem a dentadura! felizmente a situação se normalizou, parabéns pelo seu texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 10/10/2013

Ótima história seu Luiz, ainda bem que recuperou o sorriso no mesmo dia.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »