Leia as Histórias

Categoria - Personagens Santo Amaro, seus monumentos e seus artistas. Parte 3 de 4 Autor(a): Estanislau Rybczynski - Conheça esse autor
História publicada em 23/10/2013
Outra obra do escultor é o barbeiro Anedes, exposto em frente à Biblioteca Prestes Maia (antiga Presidente Kennedy), homenagem a Don Anedes, ex-barbeiro da Real casa de Bacelar. Era um tipo popular, filósofo que fazia música em sua terra, a Espanha; vindo ao Brasil, morou em Santo Amaro por volta de 1920 e, com sua sagacidade e ironia, deixava o cliente pagar o corte do cabelo como quisesse.
 
Jesus Cristo, deitado e afagado por Maria, localizado no cemitério de Santo Amaro, que possui o maior acervo a céu aberto das esculturas do artista santamarense Júlio Guerra em obra tumular, como o de Elizeu Schimidt. 
 
Em 1942, Júlio Guerra foi convidado para trabalhar com Victor Brecheret (1894/ 1955), autor do Monumento às Bandeiras (1953, Ibirapuera). O artista ítalo-brasileiro ocupava-se de esculpir a colossal estátua equestre de Duque de Caxias, que seria erguida na Praça Princesa Isabel. 
 
Em sua homenagem, foi dado seu nome ao espaço cultural municipal de “Espaço Cultural Júlio Guerra”, também conhecido como "casa amarela", que já foi sede da prefeitura de Santo Amaro.
 
Júlio Guerra sempre recebeu honrarias em bienais, além de possuir a obra exposta, como a “Mulher com criança”, no Museu de Arte Contemporânea de Figueira da Foz, em Portugal.
 
Em Santo Amaro, temos obras e monumentos de outros artistas, como:
 
O monumento em Santo Amaro, mais precisamente no bairro do Socorro, é uma homenagem aos heróis da travessia do Atlântico, quando em 27 de fevereiro de 1927 amerissou nas águas da Represa Guarapiranga o aviador Francesco de Pinedo, com sua aeronave modelo Savoia Marchetti-S-55 e no mesmo ano um brasileiro, comandante João Ribeiro de Barros, com seu hidroavião Jahu, denominado de Alcione, em 28 de abril de 1927.
 
E, para isso, foi contratado um escultor italiano radicado em São Paulo, Ottone Zorlini, que, em 21 de agosto de 1929, concretizou a obra e foi inaugurada nas esquinas da Av. de Pinedo com a Av. João Ribeiro de Barros. Trata-se de um homem alado que, no alto de um pedestal romano, indica com seu braço poderoso e asas abertas que apontam para o leste, como se referindo: vim da Europa e pousei aqui em Santo Amaro, na zona sul de São Paulo.
 
Este monumento encontra-se desde 2010 nas esquinas da Av. João Ribeiro de Barros com a Av. Atlântica, ex- Robert Kennedy, dentro do cercado da Represa (vide detalhes em "Heróis da travessia do Atlântico" em SPMC de 9 de fevereiro de 2012).
 
Marco Zero de Santo Amaro, peça em ferro fundido, tipo tronco piramidal circular, de base aproximada de 1 m e altura 1,50 m, que serve ou servia para sustentar uma imagem, que pode ser humana, que segundo pesquisa do historiador Carlos Fatorelli serviu de base para a obra francesa "jovem Pajem", do escultor Mathurin Moreau, ficava instalado no centro do Largo Treze de Maio, como marca central de Santo Amaro. Nos anos 1960 foi deslocada para os jardins do Museu de Santo Amaro e Cetrasa, mais precisamente Praça Edmundo Zenha, fundida no início do século XX , no governo municipal de Gomes Cardim. 
 
Não se sabe como se deu essa separação da figura humana do pedestal e porque só o pedestal veio parar em Santo Amaro como Marco Zero, mas é um fato histórico de nosso bairro e as pesquisas continuam.
 
Continua...
E-mail: estan_tec@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 24/10/2013

Estanis, já estou anotando todas essas informações preciosas para a minha próxima viagem a S.P. Como já disse várias vezes, infelizmente conheço muito pouco de Santo Amaro, mas as informações que o sr. e o Fatorelli estão apresentando me estimula e muito ao conhecimento histórico e emocional da região. Muito obrigada mesmo e meus mais sinceros parabéns pelos relatos. Abraços.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 24/10/2013

Continuamos aprendendo e muito a respeito de Santo Amaro com tuas explendidas narrativas , muito bom o texto ,e aguardamos a proxima etapa. Parabens pelo bom trabalho de pesquisa . Abracos Felix

Enviado por João Felix - jfvilanova@gmail.com
Publicado em 23/10/2013

Sempre cuidando de detalhes e curiosidades sobre os monumentos de Sto. Amaro, vc Estan nos presenteia com mais uma parte do seu formidável trabalho, sem esquecer do cuidado em se fazer entende. Vamos aguardar a 4ª parte dessa empolgante narrativa, Rybczynski, parabéns por sua bela iniciativa.

Laruccia

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 23/10/2013

Com seus texto estou conhecendo melhor Santo Amaro.

Muito bem explicado.

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - dosanjos81@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »