Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares Rio Tietê Autor(a): Luzia Helena Junqueira - Conheça esse autor
História publicada em 10/04/2014
Ao contar essa história verdadeira, sei que muitos vão pensar ser exagero meu. Mas ao mudar com a família para a cidade onde moro hoje nem notei a grandeza do rio que passa na cidade. Sempre gostei de saber as origens do nosso povo. Na escola estudei a vida dos bandeirantes, suas lutas, desbravando regiões e dando lugar às novas cidades por esse estado de São Paulo.
 
Aprendi que um rio ajudava no deslocamento, era o único meio de transporte e também um guia. Quando viajei a São Paulo pela janelinha do avião, pude ver que éramos acompanhados por um rio tortuoso, que não sumiu na paisagem até chegar lá. Estou falando do nosso Tietê, tão maltratado, com descaso de anos sem tratamento. 
 
Só que aqui na cidade onde moro ele é simplesmente magnífico. Seu leito não é o mesmo, para que tivéssemos uma barragem e fosse possível usar as barcaças aonde são transportados os grãos desta região. Mas é um rio para muitos paulistas diferente daquele que nasce aí em Salesópolis. 
 
Guardo fotos de passeios com amigos vindos a visitar-nos, e se surpreendem com a paisagem do rio. Só para terem uma ideia, hoje, às 6h, ao clarear o dia, meu marido saiu com um amigo em direção ao rio como fazem ao menos uma vez na semana e a quantidade e qualidade dos peixes são de dar água na boca. Vejam bem, que pena, um rio praticamente morto aí na capital e alguns quilômetros após um rio cheio de vida. Poucos acreditam, mas o Rio Tietê é sem dúvida o mais paulista dos rios, a visão que oferece é muito bonita, pena, pena mesmo, não ser possível este espetáculo a todos os moradores da cidade de São Paulo.
 
E-mail: luziahelena030746@gmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 13/04/2014

Luzia, como é bom ouvir sobre coisas boas sobre o Rio Tiete. Sinto muito em saber que em cada lugar que passa vai se poluindo e a nossa cidade fica muito pior. Um abraço.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 12/04/2014

Muito deve a grandeza do território brasileiro ao contato da exploração da "boca do sertão", como era chamado todo interior do Brasil, ao rio Tietê, batismo indígena para "RIO VERDADEIRO" e o é pela sua grandeza que se expande pelo interior de São Paulo, até atingir o rio Paraná. Parabéns pela lembrança deste importante rio.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 11/04/2014

Pois é, Luzia, nós da capital temos um rio Tiete "machucado", cumpridor de sua sina de desbravador de cidades. Sejamos, pelo menos, sensatos em poupar nosso rio de criticas maldosas. Afinal, ele é nosso, vamos procurar melhora-lo mas, com respeito. Parabéns, Helena.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 10/04/2014

Luiza, vocês aí são privilegiados, nós aquí na capital temos que conviver com esse esgoto à céu aberto infelizmente, parabéns pelo texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 10/04/2014

Luzia eu era novinho, mas lembro quando o pessoal praticava canoagem no Tietê. Que pena o que fizemos com ele.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 10/04/2014

Luzia, é pena mesmo que não temos essa visão privilegiada, mas é bom saber que o rio ainda está assim. Mas, na capital, deve-se lutar e muito para que a realidade mude com urgência. Um beijo, querida.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 10/04/2014

Tiête, rio da integração paulista, pena o estado em que chegou aqui na Capital, mas sempre é bom falar desse rio, parabéns.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
« Anterior 1 Próxima »