Leia as Histórias

Categoria - Paisagens e lugares No Ipiranga, a "Esquina do Pecado" Autor(a): Nelinho - Conheça esse autor
História publicada em 16/04/2014
Meus amigos, vocês podem ficar tranquilos, o título da história talvez possa deixar transparecer que era um local sórdido, mas não é nada disso, a esquina era do bem onde a rapaziada da redondeza fazia seu ponto diário, os encontros da moçada eram combinados tendo como ponto de referência essa esquina.
 
O local ainda existe, mas agora bem diferente, fica no cruzamento das Ruas Lucas Obes e Silva Bueno, na década de 40/ 50 de um lado ficava a Padaria Globo, do outro ficava o Bar e Bilhares do Pinto, em frente a padaria na Silva Bueno paravam os bondes e ônibus que vinham da cidade, no outro lado da mesma via, em frente ao bar, ficava o ponto de parada dos bondes e ônibus que seguiam para o centro da cidade.
 
No lado direito da Lucas Obes, esquina com a Silva Bueno, havia uma casa construída no fundo do terreno, na frente havia uma frondosa árvore e aí ficávamos batendo papo, falando abobrinhas e piadas antes de seguirmos cada grupinho para seus programas, nessa casa residiam o Tonhão encanador e seu irmão Rubião, este último centroavante do segundo quadro do C.D.R. São José.
 
Devo frisar que por aquela esquina passavam as pessoas que iam pegar condução para a cidade ou para o Sacomã, havia o maior respeito para com as moças e senhoras que por ali transitavam, ninguém dirigia um gracejo por mais elegante que fosse e o papo cessava quando elas chegavam perto.
 
Não se sabe ao certo por que se chamava "esquina do pecado", creio que era um local onde a rapaziada contava suas piadas pesadas e suas aventuras amorosas mais picantes.
 
Hoje passei pelo local, já não existem mais a Padaria Globo (agora é uma loja de móveis rústicos), o Bar do Pinto (hoje é uma padaria sofisticada) e a casa dos irmãos Tonhão e Rubião (hoje é um prédio de quatro andares).
 
Confesso que me emocionei ao relembrar momentos de um tempo que não volta mais, cheguei a ficar com os olhos marejados.
 
 
E-mail: lt.ltesser@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 24/04/2014

Para todos que comentaram essa excelente crônica...alguem se lembra do nome de uma lanchonete que ficava a direita da Rua Bom Pastor de quem vai sentido Centro? era um lugar muito famoso nos anos 70, eu me lembro que saia aqui de São Bernardo pra ir até lá, já cansei de revirar a minha memoria, sei que este tal lugar ficava ali perto do Clube Atlético Ipiranga.....

Enviado por Fernando - fernando.ota@gmail.com
Publicado em 24/04/2014

Nelinho, que prazer poder passear virtualmente com você pelo Ipiranga. É mesmo de emocionar. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 21/04/2014

Nelinho, como é bom recordar bons momento da nossa vida! A esquina da casa onde eu morava, no bairro da Penha, era um lugar parecido com o que você relata em seu texto.Muito legal seu texto. Um abraço.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 20/04/2014

Nelinho, era muito comum em épocas passadas amigos se reunirem em determinados locais para aquele bate papo com assuntos dos mais variados. Com o descomunal crescimento da cidade, a maioria dos locais desapareceram para dar lugar ao desenvolvimento. Mas o que não desaparece são aqueles momentos alegres que ficaram marcados em nossas mentes. Valeu Nelinho. - Abraços - Capuano

Enviado por Roberto Capuano - robertocapuano@grafixdigital.com.br
Publicado em 18/04/2014

Lá na Parada Inglesa, a Esquina do Pecado era na Lanchonete do Bira ou na Padaria do Toninho. Acho que todos os bairros tinham uma ou duas esquinas do pecado.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 18/04/2014

Nelinho, acho que todos nós tivemos um cantinho que poderia se chamar esquina do pecado, e eu por ter nascido e vivido na Freguesia do Ó, onde o centro do bairro é tombado, tenho até hoje o prazer de ver e caminhar por essa esquina do pecado da minha juventude que até hoje ainda esta lá inteirinha no mesmo local do jeitinho que era em 1947. e sempre cheia de novos "pecadores", que por viverem na Freguesia do Ó poderão daqui 67 anos dizer e mostrar para seus netos o local que eles se reuniam para contar piadas ( mas não sei mais se com o mesmo respeito do nosso tempo). Pois o linguajar cotidiano dos jovens de hoje em dia é recheado de palavrões, assim como diariamente acontece nos programas de Televisão atuais.

Enviado por Arthur Miranda (Tutu) - 27.miranda@gmail.com
Publicado em 16/04/2014

NELINHO,anos atrás, escrevi um texto para o site spmc.

A ESQUINA DO CEU,justamente era na rua da consolação,esquina com al da jau. onde era o nosso ponto de encontro de todos os amigos da nossa infância querida, ainda hoje existe o lugar,

mas eu não consigo passar pelo local sem chorar muito(desculpe)

porque quase todos os amigos, já são falecidos.

PARABENS PELO LINDO TEXTO, EM HOMENAGEN AOS QUERIDOS AMIGOS,

Enviado por João Cláudio Capasso - jccapasso2@hotmail.com
Publicado em 16/04/2014

Essas mudanças da cidade de São Paulo faz uma dinâmica de incompreensivo entendimento, pois não se preserva a memória local e tudo é "tombado" em nome do progresso.Deste lado de Santo Amaro começaram a "tombar" a história local em nome deste mesmo progresso destruidor. É um "pecado" ver o passado ser destruído no presente em nome de um futuro incerto.Parabéns pela crônica.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 16/04/2014

Nelinho eu morei muitos anos depois de casada no Ipiranga no final da rua Silva Bueno e frequentei desde o cinema na travessa da Av.até as ruas paralelas e transversais.Quando falam sobre este bairro meu coração já bate mais forte,pois todos os lugares são familiares para mim. Agora moro ao lado,na Saúde,e continuo fazendo meu turismo nos finais de semana ali,andando pela Silva Bueno que para mim é uma segunda 25 de março.

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 16/04/2014

Nelinho - Cada bairro tem o seu lugar com um nome que não tem nada a haver. Agora pergunte ao Zé Beira lá na Rua do Ouro no Tatu sobre o Mato Paula Souza o que ele tem a dizer -Risos - Forte abraço ...

Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »