Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Como nascia um time de várzea Autor(a): José Camargo Beira - Conheça esse autor
História publicada em 16/04/2014
O ano era 1950, no Tatuapé de cima.
 
Na saída do Grupo Escolar Visconde de Congonhas do Campo, a molecada fazia a parada quase obrigatória na sorveteria do seu Batista, na Rua do Ouro, para comprar o insubstituível picolé de coco queimado, que só ele sabia fazer e as balas Futebol... Já era sexta-feira, então um garoto da rua de baixo veio com a ideia:
“- E aí, vamos jogar contra amanhã lá no campinho da Rua Platina?”.
“- Vamos... Mas tem que ser a taça”.
 
E mãos a obra.
 
Em uma lata de leite em pó, pregamos em baixo um pedaço de pau de vassoura, na outra ponta pregamos a tampa para fazer o pezinho e revestimos de papel alumínio, que tirávamos dos maços de cigarro que a gente colecionava... Pronto, estava pronto o cobiçado troféu.
 
Sábado de manhã começava a pelada... No decorrer do “match” eram inevitáveis as caneladas, discussões e até brigas com a promessa do já famoso “te pego na escola”... Mas no fim não dava em nada... Alguém levava o troféu e uma vaquinha com algumas moedas, todos festejavam com guaraná caçula.
 
Ano seguinte, esse mesmo grupo de garotos que jogavam “contra” resolveram formar um time nesse mesmo campinho... Alguém deu um jogo de camisas e assim nasceu o Cruzeiro do Sul F.C., que virou o famoso Cruzeirinho do Tatuapé e que no último dia 2 de abril completou 63 anos de vida...
 
E-mail: josebeira@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 24/04/2014

Muito legal, Beira. Gostei muito do texto. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 21/04/2014

Beira, quanta criatividade!Parabéns!

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 18/04/2014

Não foi só o Cruzeirinho, muitos tiveram o mesmo modelo de criação. e muita gente boa jogou neles. Grande lembrança Beira.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 17/04/2014

Beira, essa é relamente uma forma de se criar um time de varzea, sem contar com os que nascem em botecos, fábricas e peladas de rua, parabéns,Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
Publicado em 16/04/2014

José, bonita a história do Cruzeiro do Sul, uma grande maioria dos times varzeanos começaram assim, parabéns pela homenagem ao valoroso Cruzeiro.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 16/04/2014

na rua da consolação tínhamos o CRUZEIRO,O ESTRELA DALVA.

mas o que fez mais SUCESSO FOI O VILA RICA DA CONSOLAÇAO.

empatamos com o time do exercito(so o PELE, näo jogou)

em 3x3,

eles so tinha jogadores profissionais como PARADA,PAROBE,BATAGLIA, NELSON CORUJA,ETC,,

Enviado por João Cláudio Capasso - jccapasso2@hotmail.com
Publicado em 16/04/2014

Muitos times de futebol nasciam com os garotos que compartilhavam as grandes peladas dos bairros periféricos nos muitos campos de várzea de São Paulo e se perpetuaram desde então. A várzea sempre será um grande tema paulistano(e brasileiro). Parabéns pelo texto e ao Cruzeirinho do Tatuapé pelo aniversário.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 16/04/2014

Beira - Você era o capitão do time ou era como eu "café com leite" não servia para nada - risos - Forte abraço -

Enviado por José Aureliano Oliveira - joseaurelianooliveira.aureliano@yahoo.com.br
« Anterior 1 Próxima »