Leia as Histórias

Categoria - São Paulo da cultura, gastronomia, lazer e oportunidades O eterno conjunto de sons Autor(a): Modesto Laruccia - Conheça esse autor
História publicada em 05/05/2014
Música divina, expressão do ser humano ao ser despertado em épocas distantes, desde um simples ruído natural passando pelos relâmpagos e trovões, espicaçando a curiosidade dos habitantes das cavernas, os primeiros seres viventes. Aprendendo a falar, berrando feito um irracional (de quem aprendeu muita coisa), da fala, ouvindo e copiando os pássaros, vai para o canto, embelezando, melodiosamente, seu relacionamento com outros seres.
 
Pensando nestes encantadores momentos de ternura e devoção, estou em casa, no Parque Continental, zona oeste de nossa querida cidade de São Paulo, sem me preocupar em descobrir o nascimento de novos músicos e instrumentos musicais. Apenas ouço melodias compostas para mim... Sim, para mim, sempre direcionadas a mim. Ouço-as com respeito religioso, não permitindo que outros ruídos venham interferir na minha audição e contemplação, degustação espiritual que a música me satisfaz.
 
Se estou ligado à minha caixa de som, coloco um CD de concerto, uma ópera, ou a execução solo de um grande artista do piano, violino, trompete, saxofone, violão ou guitarra ou, senão, uma emissora que tem uma programação voltada unicamente a música clássica enquanto travo minha saborosa batalha com o computador, vou trazendo para dentro de minha alma alegrias, tristezas, nostalgias, saudades, melancolias, enfim, um estado de torpor que certas melodias, na sua magia, no seu modo de ser, no seu poder de penetração, deixam sua marca indelevelmente registradas em nossa existência espiritual.
 
Gosto de música, minha predileção, como a leitura, em qualquer hora do dia ou da noite. Música ao vivo, assisti muitas vezes, é a realização de uma verdadeira ode instrumental, onde mais de cem professores se empenham em proporcionar a você, presente na plateia, um envolvente momento que se prolonga; a “ad infinitum”, para que você deguste os segredos acondicionados dentro de, desde um simples “triângulo” até o mais barulhento dos tímpanos a ribombar seu coração, em uma alegria contagiante.
 
Se você ouve um trecho de Mendelssohn, no seu concerto para violino e orquestra, n. 4, é de uma extraordinária beleza. E o Mendelssohn morreu com, apenas, 48 anos...
 
Não querendo me estender e cansar meus amigos, só quero lembrar “O Cisne de Tuonela”, o “Andante” do concerto para piano e orquestra n. 2, de Shostakovsky.
 

 

E-mail: modesto.laruccia@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 06/05/2014

Modesto, gosto de muitas coisas nesta minha vida, mas a musica é que mais me atraí. Todas as minhas atividades diárias se tornam mais agradáveis ao som de uma boa musica. Muito bonito e suave seu texto, até ouvi uma musica enquanto o lia. Um abraço amigo.

Enviado por Margarida Pedroso Peramezza - margaridaperamezza@gmail.com
Publicado em 06/05/2014

Meu querido Modesto, fiquei na dúvida: o que é melhor ouvir uma boa música, clássica ou não, ou ler os seus textos....Oh! dúvida cruel! Adoro música, mas prefiro a alegria em te encontrar sempre por aqui, com uma singeleza absoluta, uma alma sempre disposta a acolher e a esbanjar respeito. Um grande abraço e parabéns por mais um texto belíssimo.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 06/05/2014

Modesto, dia 20 de Abril de 2014, fui a Igreja N.S. Auxiliadora do Bom Retiro da Capelania Polonesa, asssitir a missa em honra a beatificação do Papa João Paulo II, uma missa tradicional católica com musicas religiosas clássicas de Franz Schubert, Bethoven e outros é de arrepiar, emocionante e voce retratou bem o tema, parabéns,Estan.

Enviado por Estanislau Rybczynski - estan_tec@hotmail.com
Publicado em 06/05/2014

Nada como ouvir uma música clássica para relaxar.

Enviado por Julia Poggetti Fernandes Gil - gibajuba@yahoo.com.br
Publicado em 06/05/2014

Admiro muito quem tem esta cultura toda musical,e se aprofunda no que tem de mais puro e extraordinário em músicas clássicas e se encantam com ela...Eu particularmente só conheço as que se tornaram mais populares aos ouvidos da maioria e as que ficaram gravadas como hinos obrigatórios na história das músicas clássicas.

Eu não ouço músicas,não tenho som no carro e em casa ouço de vez em quando nos finais de semana(pois ainda trabalho)apenas alguma coisa romântica dos anos 60/70/80 que ainda é a minha preferência musical e me remete ao passado...

Enviado por Walquiria - walquiriarocha@yahoo.com.br
Publicado em 05/05/2014

Modesto também aprecio música clássica. Sou fã de Wagner, Chopin, Mozart, Bethoven, e Tchaikovisk.Tenho na minha casa uma coleção de CDs de músicas clássicas que herdei do meu pai. Maestro, arranjador. Um musicista de mão cheia.

Enviado por Marcos Aurelio Loureiro - marcoslur_ti@yahoo.com.br
Publicado em 05/05/2014

Modesto, em minha casa eu quase não posso ouvir minhas músicas prediletas, as novelas na TV, o som barulhento preferido por minha neta adolescente é ensurdecedor, ainda bem que o meu vizinho costuma tocar o seu piano à noite e eu posso ouvir tranquilo as valsas, os boleros, os tangos e alguma coisa clássica, abraços, Nelinho.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 05/05/2014

Acredito que a "boa" música é uma língua universal que faz o ser humano espairecer e entrar em um estágio de contemplação natural, como se sua essência sempre fizesse do som algo próprio de si mesmo. Parabéns pelo conhecimento musical aprimorado.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 05/05/2014

bom texto musical,gosto de assistir o programa CLASSICOS, na tv cultura

tem uma grande orquestra são musicas maravilhosas.

Enviado por João Cláudio Capasso - jccapasso2@hotmail.com
« Anterior 1 Próxima »