Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Mãe São Paulo - Cerimonial/ Protocolo ILP Autor(a): Vilton Giglio - Conheça esse autor
História publicada em 14/05/2014
Realmente o nome “mãe” é único, temos mãe-avó, mamãe, mãe-tia, mãe-madrasta, embora essa última ande suspeita dos acontecimentos que vem ocorrendo e os que não sabemos, por exemplo, sei de um caso, não vou citar nomes, até por questão de segurança de todos nós, em que o pai morreu de uma forma trágica (a morte já é trágica); após o fato, a madrasta, alguns dias depois, expulsou de casa um jovem de apenas 16 anos, sem convívio nenhum com a "mãe biológica"; e de outro estado, estava até para perder o emprego, e o pior de tudo: ao voltar da escola viu seu pai morto, atropelado, estendido no chão... Imaginem leitores, a cabeça desse jovem no futuro (está morando com um amiguinho de apenas 17 anos e sua família, graças a Deus).
 
Mãe São Paulo, deveríamos morrer estudando, aprendendo, lendo... Isso mesmo, tudo no gerúndio, assim teríamos um mundo melhor, pessoas melhores, humildes, corações abertos e mentes também, e por aí vai.
 
No Egito, o cerimonial confundia-se com ritos religiosos, uma vez que o Faraó era a manifestação da divindade, o cerimonial vem desde a época de Jesus Cristo. Acreditem, eles já tinham seu cerimonial, história de lado, direito a um lugar de honra, isso até hoje é assim... Tapete vermelho, passadeira vermelha, é um trajeto a ser percorrido; vermelho representa o sangue e por aí vai...
 
Sempre busquei aprender algo na minha vida, mais uma vez achei um: Cerimonial/ Etiqueta, Instituto Legislativo Paulista, local: Assembleia Legislativa de São Paulo. 
 
Desde que nascemos é uma cerimônia, esta muito sublime, aguardada com muita expectativa. Como sempre, em minhas andanças pela vida, observo que o ser humano já não tem mais respeito, educação, amor à pátria, a bandeira, ao hino, ao bairro, ao pai, mãe, avós, ao trabalho de onde tira seu sustento. Tem sim por um animal de estimação, mas não por uma criança, um idoso, um doente... Já fiz esse teste, por isso escrevo, em eventos mundiais assistimos, às vezes, cerimoniais quebrados, etiquetas sendo literalmente rasgadas, até podemos considerar isso dependendo do que acontece e com quem...
 
Por exemplo: o papa quando veio ao Brasil tinha um cerimonial a cumprir e etiqueta, mas quebrou vários, lógico, é o Papa, mas e as outras pessoas que também tem suas obrigações e não são católicoas? Outro exemplo: um jogador do Corinthians, só podia ser, deu cambalhotas no Palácio do Planalto em Brasília, e com a cara cheia pela rampa, na frente do Presidente da República, ao voltar de uma conquista do mundial de futebol.
 
Andando pela mãe São Paulo, vemos bandeiras colocadas erradas, até de cabeça para baixo e sabe onde? Em frente ao cartório, capachos com símbolos no chão, posicionamento em frente às bandeiras, ao tocar o hino...
 
Até em encontros mundiais para fotos há "quebras" de protocolos, o senhor Obama sempre quebra, a senhora Dilma "quebra"... Essa é política e ainda mais agora em época de eleições, todos quebram e querem ser o "Q.S.A", e temos no mundo inteiro (que se acha), são sempre "personas chatas".
 
Enfim, um cerimonial e um ótimo protocolo é muito bonito de se ver, é raro, mas se vê, é como achar uma mosca de olho azul. Temos esse curso em São Paulo e dado por pessoa extremamente qualificada, no cerimonial temos o público, esse é bravo, pois a Pessoa "Q.S.A." é o que determina o cerimonialista, que normalmente é amigo. Quanto ao privado, há resalvas, tentam fazer o melhor e é onde pecam.
 
Essa matéria de cerimônia-etiqueta deveria ser obrigatória a todos os políticos do Brasil, antes de receber o "diproma", aliás, primeiro alfabetizados, não funcional, depois segue a carruagem.
 
Mãe São Paulo, parabéns pelo seu dia!
 

 

 

 

 

E-mail: viltongiglio25@gmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 15/05/2014

Vilton, infelizmente estamos enfrentando um crise de educação, de moral, de bons costumes e o que é pior, falta de humanidade, alguns seres humanos cometem atos que nem um animal cometeria, é uma pena, parabéns pelo seu texto.

Enviado por Nelinho - lt.ltesser@hotmail.com
Publicado em 15/05/2014

A "Mãe São Paulo" não abre mão do direito de ser o que é: liberal com respeito em primeiro lugar pelo ser humano. Por traz de cerimônias e celebrações, existem muitas manifestações de hipocresia e falsidade. Não adianta mascarar-mos um evento. a cerimônia correta, honesta, sincera deve ser preservada. Na verdade, nada deve ser usado com abuso, parcimônia e equilíbrio devem ser o norte em qualquer lugar e situação. Parabéns, Vilton.

Modesto

Enviado por Modesto Laruccia - modesto.laruccia@hotmail.com
Publicado em 15/05/2014

Isso mesmo, mãe São Paulo parabéns.

É uma mãe muito paciente.

Abraço

Enviado por Benedita Alves dos Anjos - dosanjos81@gmail.com
Publicado em 15/05/2014

Isso mesmo, Vilton:São Paulo é mãe, mãe de partos dolorosos e difíceis. Sempre de coração aberto. Parabéns. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 14/05/2014

As cerimonias protocolares no Brasil são meros feitos para dar glórias aos seus pares políticos, poucos são aqueles que respeitam as cerimônias, pois estão sempre interessados a falarem bobagens políticas e promessas vazias. O Cerimonial está ligado aos protocolos de interesses que nada condiz ao nosso Brasil, vilipendiado pelas quebras de protocolos.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 14/05/2014

Pois e Sr.Vilton muito bom seu texto sobre Cerimonial/Etica etc parabens . Mas realmente a unica coisa que incomoda nao so a mim tenho certeza e que o Sr nunca perde a oportunidade de citar qualquer coisa que envolva o nome do "CORINTHIANS" seus jogadores e sua torcida como se os Santistas ou todas as outras torcidas ,fossem de dar exemplos .Ja fazia tempo que eu queria lhe dizer isso , mas sem polemicas por favor . Pois fazemos parte da familia SPMC e como estamos numa democracia assim como o Sr se sente no direito de dizer que Cerimonia/Etiqueta deveria ser obrigatoria a todos os politicos do Brasil antes de receber o diploma (no que eu concordo plenamente)eu quis fazer essa ressalva . Abracos Felix

Enviado por João Felix - jfvilanova@gmail.com
« Anterior 1 Próxima »