Leia as Histórias

Categoria - Outras histórias Memórias que o tempo não apaga Autor(a): Nelinho - Conheça esse autor
História publicada em 21/05/2014
Quando me disponho a fazer uma arrumação nos armários, sempre encontro alguma coisa interessante, um dia destes achei uma velha pasta de cartão que estava perdida no meio de várias quinquilharias que a gente vai acumulando desnecessariamente e lá estava uma folha de papel almaço pautado, já bem amarelecida, estava cheia de rabiscos, mas logo abaixo alguém anotou algumas notícias que foram copiadas de jornais da época, achei interessante e passo a descrevê-las:
 
Jornal: "Folha da Noite" - Edição de 23/01/1953.
 
Notícia da primeira página: "O Prefeito lançará concorrência para o metropolitano".
 
"Previstas para meados deste ano a conclusão da segunda pista de São Paulo a Jundiaí".
 
A folha continha ainda mais as seguintes anotações, mas sem citar de que jornal foram copiadas:
- O restaurante Fasano inaugurou a sua pista de cristal iluminada na Rua Brigadeiro Tobias.
- Vamos consumir menos, recomendações das autoridades para combater a inflação.
 
Jornal: "Folha da Noite" - do dia 15/06/1953
- A morte nas asas da dança, uma noite de alegria transformada na mais tremenda das tragédias.
- Vistoria geral em todas as gafieiras, agora a prefeitura toma providências.
 
Logo abaixo, em tinta vermelha, estava escrito: “Incêndio no salão de bailes do 28 na Rua Florêncio de Abreu”.
 
Deste fato eu me lembro muito bem, o salão ficava em um sobrado, o fogo começou na parte de baixo e as pessoas correram todas para a escada de madeira para escapar, o pânico se estabeleceu e muita gente foi pisoteada, pois a porta de saída era muito estreita, foi realmente uma tragédia, até um vizinho nosso que morava na Rua Costa Aguiar, esquina com a Rua Lord Cockrane, faleceu nesse incêndio, o fato ocorreu em um sábado, dia 13/06/1953.
 
Na outra folha, alguns lembretes:
- Comprar pasta de dentes;
- Passar na Tia Ida e pegar a blusa da vó que ficou lá;
- Entregar o resto dos convites de casamento, o da família do tio Nando pode deixar tudo lá.
 
Na realidade eu não sei quem escreveu tudo isso, a letra era bem ruim, acho que essa pasta não era de alguém aqui de casa, mas deve ter sido trazida por engano junto com alguma caixa que não foi aberta após várias mudanças de endereços, em todo caso fica aqui o registro, pois o tio Nando e a tia Ida eram nossos parentes diretos e moravam lá na Rua Agostinho Gomes, a casa já não existe mais, foi totalmente reformada e no lugar funciona uma firma comercial.
 
E-mail: lt.ltesser@hotmail.com
Localização da história
Login

Você precisa estar logado para comentar esta história.

Antes de Escrever seu comentário, lembre-se:
A São Paulo Turismo não publica comentários ofensivos, obscenos, que vão contra a lei, que não tenham o remetente identificado ou que não tenham relação com o conteúdo comentado. Dê sua opinião com responsabilidade!
Publicado em 09/06/2014

Nelinho, o incêndio da 28 eu me lembro muito bem. Acompanhei todas as reportagens da época. Quer saber o que mais? Quando das vezes que acompanhei meu migo Garita ao Tangará, me lembrava do incêndio no casarão velho do 28 e tremia de medo pois no Tangará a situação era a mesma. Felizmente nada aconteceu e eu continuo aqui tentando virar semente.

Enviado por Miguel S. G. Chammas - misagaxa@terra.com.br
Publicado em 22/05/2014

Que bela cronica Nelinho , eu tenho essa mania de guardar desde adolescente recortes de jornal de fatos importantes e sempre digo aos meus filhos quando eu morrer procurem olhar tudo antes de se desfazer das minhas coisas pois tem coisas que nao se pode jogar fora sem ver o seu valor.Esse fato do incendio do Salao de Baile 28 na Florencio de Abreu eu fiz uma cronica a respeito no nosso Site e naquela noite estava na cidade e desde o largo Sao Bento estava com meus amigos assitindo os bombeiros na tentativa e no salvamento dos atigidos. Parabens pelo texto Abracos Felix

Enviado por João Felix - jfvilanova@gmail.com
Publicado em 21/05/2014

Nelinho, essas informações , em papeis amarelados, são um charme só. Provoca dúvidas, recordações, enigmas. Parabéns. Um abraço.

Enviado por Vera Moratta - vmoratta@terra.com.br
Publicado em 21/05/2014

Das noticias eu me lembro bem de uma só, a do triste incêndio do 28 na rua Florêncio de Abreu, foi algo marcante em são Paulo eu tinha 14 anos e trabalhava de boy na ICM - Industria e Comercio de Maquinas S/A. e como vivia na rua fui até a Florêncio de Abreu para ver o sinistro. Parabéns por esses registro históricos grande Nelinho.

Enviado por Arthur Miranda (Tutu) - 27.miranda@gmail.com
Publicado em 21/05/2014

Tenho vários recortes jornalísticos guardados, até tive que parar, pois acumulou-se ao extremo, e com o advento da internet, não se precisa de tantas coisas armazenadas, mas mesmo assim é algo interessante de se encontrar nos "escombros" de alguma gaveta ou escondido em um caixa amarelada com o tempo. Parabéns pelo relato.

Enviado por Carlos Fatorelli - cafatorelli@gmail.com
Publicado em 21/05/2014

Nelinho você não leu a pagina de esporte do jornal, que dizia

CORINTHIANS, CAMPEAO DO MUNDO INTERCLUBES, EM CARACAS 1953.

disputaram o torneio, o ROMA, (ITALIA) BARCELONA (espanha) SEL,DE CARACAS, eo CORINTHIANS,

poucos corinthiano sabe que o time foi campeão em 1953.

Enviado por João Cláudio Capasso - jccapasso2@hotmail.com
« Anterior 1 Próxima »